Castração e obesidade. Como evitar?

Um animal castrado tem cerca de três vezes mais probabilidade de ter excesso de peso!

Na rádio Vagos FM com a Veterinária Dra. Ana Neves

Fonte: Vagos FM

Rúbrica com a Dra. Ana Neves

Olá a todos!

O meu nome é Ana Neves e sou médica veterinária na ClinicZoo – Clínica Veterinária de Vagos. Sejam bem-vindos a mais uma rubrica “Minutos Vet”.

Esta semana vou falar sobre castração e obesidade, como impedir e prevenir a obesidade em cães e gatos castrados. Um animal castrado tem cerca de três vezes mais probabilidade de ter excesso de peso comparativamente a um animal não castrado. A castração vai alterar o equilíbrio hormonal do organismo, diminuindo os níveis de estradiol e testosterona, de acordo com o género do animal.

Estas hormonas não só regulam o funcionamento do aparelho reprodutor, mas também têm um papel relevante no metabolismo, tornando-o mais lento. Assim, um animal castrado vai necessitar de menos calorias na sua alimentação, uma vez que estas serão transformadas em energia de forma mais lenta do que num animal não castrado. A diminuição destas hormonas vai reduzir o metabolismo em cerca de 30% e aumentar o apetite em cerca de 25%. Ou seja, os animais castrados têm tendência a comer mais do que os animais não castrados.

Conforme se tornam mais sedentários, entram num ciclo vicioso, gastando menos energia e tendendo a ficar ainda mais obesos. O aumento de peso ocorre de forma exponencial, sendo mais significativo durante o primeiro mês após a cirurgia e continuando a aumentar, de forma mais lenta, nos dois anos seguintes. No entanto, o excesso de peso e a castração, apesar de estarem relacionados, não são adquiridos automaticamente. Ou seja, um animal castrado não tem necessariamente de ser obeso, podendo ter uma condição corporal normal. Então, o que podemos fazer?

Para evitar o excesso de peso nestes animais, devemos atuar de duas formas: alterando a dieta e mantendo a atividade física. O correto é iniciar uma dieta própria para animais castrados antes da cirurgia ocorrer. Já existem no mercado dietas adequadas também para animais castrados em idade juvenil. As dietas para animais castrados não servem para perda de peso, mas sim para evitar o aumento de peso. No caso dos cães, é importante garantir a atividade física através de passeios diários e brincadeiras. No caso dos gatos, não devemos esquecer que o excesso de peso acarreta muitos problemas, muitos deles associados à dor. Assim, devemos manter os nossos animais saudáveis.

Obrigada! Por esta semana é tudo e até à próxima.

Palavras Chave

  • Castração

  • Obesidade

  • Bem-estar

Artigos Recentes

Os nossos serviços

Visite a nossa petshop

Cuidamos verdadeiramente
do seu animal

Contacte-nos